Igrejas são invadidas e depredadas no interior do Ceará

T

rês igrejas católicas foram invadidas aa madrugada desta quarta-feira (3), no interior do Estado o ato de vandalismo aconteceu nas cidades de Acopiara, no distrito de Santo Antônio, e Quixelô, nos distritos de Paus de Leite e Carnaubinha do Faé, região Centro Sul do Ceará. Bíblias foram rasgadas, ventiladores, bancos e imagens religiosas quebradas nas capelas, mas nada foi levado. A polícia ainda procura suspeitos.

O Bispo Diocesano de Iguatu, Dom Edson de Castro, está no Rio de Janeiro e foi pego de surpresa. Apesar de chocado com o ocorrido, ele não acredita que tenha sido uma ação criminosa, porque nenhum item foi levado.

“Manifesto meu repúdio a esse gesto, que é totalmente reprovável. A religião precisa ser respeitada. Quando um membro de uma determinada religião desfavorece ou ofende um outro membro com uma fé diferente, ele comete um atentado contra as leis do País, pois temos liberdade religiosa, e contra o bem particular, de propriedade alheia. Parece que foram dois homens, que eles se arrependam, peçam perdão a Deus e depois tenham a coragem de se declararem diante da nossa sociedade”, disse o bispo.

De acordo com o delegado regional de Iguatu, Jeferson Pereira, nenhum membro da Diocese procurou a delegacia para registrar Boletim de Ocorrência até o momento. Somente após o BO a polícia pode acionar a perícia para avaliar o caso e descobrir o que houve.

“A gente vai sair em campo acionando a perícia para comparecer ao local, fazer o registro, pra ver se pega alguma digital, coisa dessa natureza, que os peritos são capazes desse trabalho. É inadmissível esse tipo de ocorrência”, explica o delegado.